http://softwarelivre.org/portal/comunidade/entrevistamos-guilherme-razgriz

http://softwarelivre.org/portal/comunidade/entrevistamos-guilherme-razgriz

Muito interessante, essa entrevista com o Guilherme Razgriz é coordenador Técnico do Cria Livre. Veja alguns pontos, como os referentes ao editor de imagem Gimp e o software de edição vetorial Inkscape:

ASL – Quais são as dificuldades que os usuários relatam quando tentam usar alternativamente uma ferramenta como o Inkscape ou o Gimp? Há realmente limitações nas ferramentas livres?

Razgriz – Na verdade, para a minha grata surpresa, o que a gente vê não são reclamações, mas elogios. Deveriam surgir altas reclamações, “ah, não tem o botão tal”, etc, mas pelo contrário, a gente se depara é com exclamações “olha! isso eu não conseguia fazer antes! Nossa, que bacana!”

A questão é que a qualidade dos programas livres é muito superior, mas pouca gente acaba sabendo disso.

ASL – Quer dizer que, por exemplo, não há limitações técnicas reais se compararmos um Inkscape com um…

Razgriz – … Corel, por exemplo? Não há. Pelo contrário. O Inkscape promoveu uma desburocratização da criação gráfica. Porque o Corel, por exemplo, consegue ser um programa incompatível com ele mesmo. Ele não consegue conversar com suas próprias versões. Aí eu vou te dizer o que acontece… esse arquivo vai pra uma gráfica, no Corel… se a gráfica não tiver aquela mesma versão do programa… No Inkscape, você salva em formato .svg e numa máquina diferente o arquivo vai abrir do mesmo jeito. É a questão do padrão aberto também.

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: