A ferida fecha, mas a cicatriz fica

Ontem, fui surpreendido com uma notícia no meu email vindo da lista de discussão do Ubuntu-br, sobre o falecimento do André Gondin, um dos maiores contribuintes e incentivadores do Ubuntu.

Tive contato com ele, apenas no mundo virtual (email canais de IRC), quando entrei e comecei a contribuir com o Time da Documentação do Ubuntu Brasil, fazendo e diagramando uns wikis.

Inclusive, lembro que ele fez questão de me enviar um brinde do Ubuntu e do entusiasmo dele, de quando eu fiz a wiki do Unity, para o portal do Ubuntu Brasil.

Seu blog, era um dos listados no meu Google Reader e também cheguei a ouvir um podcast com ele, falando de sua participação, principalmente, no time da Tradução do Ubuntu.

Essa notícia, me deixou extremamente triste, e na hora nem acreditei, fui buscar confirmação no chat da comunidade Ubuntu-br e depois no Twitter; e infelizmente se confirmou.

Sei que ele tinha um problema sério de saúde, e já até havia feito um transplante. Se não me falha a memória, esses meses ele andou comemorando uns anos dessa cirurgia delicada, que na ocasião foi um sucesso.

Uma coisa que tomo por base, nas minhas participações na Internet, é evitar expor certas opiniões que, mas dessa vez acho que não tenho como fugir.

Sei que cada um tem o seu credo, e eu tenho o meu: católico. Inclusive, já atuei muito na Igreja, sendo até Ministro Extraordinário da Comunhão Eucarística; sendo que nessa função acabei realizando muita cerimônia de encomendação de corpo (Exéquias).

Lá sempre uma palavra de consolo que fazia questão de repetir eram as palavras de um padre, numa homilia, pouco tempo depois do falecimento da minha mãe.

“A ferida fecha, mas a cicatriz fica”, Pe. Fernando Magalhães, mSC

  1. #1 por Elton Alexandre Grande em novembro 4, 2011 - 12:52 pm

    Não tive a honra de conhecê-lo. Só ouvi falar muito dele.

    Pelo que lí hoje sobre sua vida, sobre seus episódios de superação, por suas contribuições e pela família amorosa que construiu, fica a impressão de que ele conseguiu ser um ser humano notável e que cumpriu sua missão na terra com louvor.

    Pelas saudades que deixa, meus sentimentos, à sua família e amigos.

    Que a esperança em Deus e em um reencontro futuro alegre a vida dessas pessoas.

  2. #2 por Alarcon em novembro 4, 2011 - 10:19 pm

    Pois é meu caro amigo Ricardo também fiquei surpreso de início, descrente mais adiante e chocado logo em seguida.

    É que mesmo de forma inconsciente temos a crença de que as pessoas boas, ou melhor, que fazem diferença no mundo (de maneira positiva) são imortais, mas a vida logo se encarrega de nos levar para a dura realidade que é a de que todos nós teremos um fim em algum momento de nossas vidas.

    Desejo à família do André meus sinceros sentimentos e muita força para superar este momento tão difícil.

    E para você André… esteja onde estiver, meu muito obrigado pelo seu espírito livre, colaborativo. Valeu!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: